Pesquisa no blog

20 de abr de 2011

HISTÓRIA DAS RELIGIÕES - JUDAÍSMO

Uma primeira característica do Judaísmo é que ele é uma religião monoteísta.O que é uma religião monoteísta? Essa palavra, de origem grega (mono=um; teo=deus), é aplicada às religiões que professam a fé num único Deus.
O monoteísmo centraliza definitivamente o potencial místico dos homens. O fenômeno da fé está moral e eticamente voltado para um objetivo comum, para uma interpretação única e verdadeira das razões e do destino dos homens.
Jesus Cristo, como seus pais e a maioria dos apóstolos, nasceu e foi criado dentro do judaísmo.
A palavra judaísmo vem do nome do reino fundado na Palestina, o reino de Judá e, daí, vem o nome judeu.
Essa religião surgiu e desenvolveu-se entre as tribos hebraicas que viviam na região da Mesopotâmia. As tribos eram governadas por patriarcas. Um deles, Abraão, iniciou a unificação das tribos, combatendo o politeísmo e afirmando a existência de um único Deus, onipotente, onipresente e onisciente.
Javé ordenou a Abraão que retirasse os hebreus da Mesopotâmia e os conduzisse à “Terra Prometida”. Essa terra seria Canaã, ou Palestina.
As tribos hebraicas, durante sua caminhada, acabaram por dividir-se: uma parte ficou em Canaã; a outra dirigiu-se ao Egito, onde os hebreus foram escravizados.
Surgiu, no Egito, um novo líder, Moisés, que recebeu de Deus a tarefa de reconduzir os hebreus à Palestina (Êxodo). No Monte Sinai, Moisés recebeu a Lei Mosaica (os Dez Mandamentos), que viria a ser a base do Judaísmo.
Os Dez Mandamentos, também conhecido como Decálogo, está contido na Torá. A Torá (o Livro Sagrado da Lei Judaica) é composta pelos 5 primeiros livros da Bíblia que são: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e o Deuteronômio.
O templo onde os judeus se reúnem é chamado de Sinagoga. Esta é local de culto e de estudos judaicos.
a) O anti-semitismo:
A história registra severas perseguições contra a população judaica. Durante várias gerações, os judeus foram obrigados a viver em certos países, em bairros separados, chamados guetos, e proibidos de participar da vida econômica e cultural.
O século XX presenciou dois acontecimentos de grande importância para a história dos judeus: o extermínio de 2/5 do povo judeu pelos nazistas e o renascimento nacional desse mesmo povo em sua terra de origem. Com a fundação do Estado de Israel (1948), inicia-se uma nova etapa na história dos judeus e do judaísmo.